Disfonia: a voz rouca (rouquidão)

Saiba mais sobre a rouquidão:

O que significa disfonia?

O nome técnico do sintoma de rouquidão da voz é disfonia. O paciente disfônico é aquele que apresenta alguma alteração na qualidade de sua voz, levando a um prejuízo em sua comunicação.

 

Quais são as causas de da voz rouca ou disfonia?

Dentre as causas mais comuns, podemos citar o mau uso da voz, a doença do refluxo gastroesofágico (refluxo faríngeo laríngeo), gripes, resfriados, o tabagismo, as alergias e infecções respiratórias e os nódulos vocais.

Os tumores malignos de pregas vocais são menos comuns, mas essa hipótese diagnóstica sempre deve ser investigada se a rouquidão persistir por mais de 20 dias.

Como é realizado o diagnóstico das causas da disfonia ou rouquidão persistente?


O mais importante é a consulta médica, sendo que, a avaliação otorrinolaringológica especializada sempre se inicia com uma entrevista detalhada, seguida por um exame físico minucioso. Na maioria das vezes, é indicada a realização de exames endoscópicos da garganta e das pregas vocais, que podem ser a videonasolaringoscopia, nasofibroscopia, laringoscopia indireta ou telescopia de laringe. Esses exames podem ser realizados no próprio consultório e com eles conseguimos analisar detalhadamente a condição das pregas vocais.


Quais são as alterações das pregas vocais mais comumente relacionadas à rouquidão persistente?


Além dos achados relacionados a presença do refluxo gastroesofágico, a alteração mais comumente encontrada é o nódulo vocal, popularmente conhecido como “calo vocal”.

Outras lesões vocais possíveis de serem diagnósticas incluem: os pólipos vocais (lesões benignas e protuberantes das pregas vocais); cistos vocais; o Edema de Reinke (inchaço das pregas vocais relacionado principalmente ao tabagismo e que torna a voz mais grave e masculinizada); as alterações estruturais mínimas (características congênitas das pregas vocais que dificultam a emissão da voz) e os tumores malignos (CEC ou carcinoma de laringe).

O que são os famosos “calos nas pregas vocais”?

Calo vocal é o nome popularmente empregado para descrever o nódulo vocal. Os nódulos são espessamentos, geralmente, na parte mais anterior das cordas vocais, que muitas vezes estão associados ao mau uso da voz, como o hábito de gritar muito ou forçar um tom para falar.

Como é realizado o tratamento das disfonias, isto é, da voz rouca?

O tratamento indicado é individualizado para cada paciente e depende da etiologia da rouquidão. Além de realizarmos o tratamento medicamentoso dos fatores associados, como das alergias e do refluxo laringo-faríngeo, podemos indicar fonoterapia vocal e até mesmo cirurgias.

A microcirurgia de laringe pode ser realizada nos casos em que a abordagem clínica não tenha resolvido o problema.

 

Caso queira receber orientações importantes sobre higiene vocal, isto é, como melhorar a qualidade se sua voz, deixe seu e-mail aqui, que nós enviaremos para você.

 

Nossos médicos otorrinolaringologistas especializados estão à disposição para ajudá-lo no tratamento de sua voz rouca. Conte conosco!

CONTATO:

  • facebook ototone
  • instagram otoone
  • youtube otoone
  • Dr. Bruno Rossini
  • Dra. Renata Curi

Endereço: R. Cubatão, n°86, conj. 1407
Bairro: Paraíso | São Paulo/SP

Fone: (11) 4301-6874 | 2389-7016 | 99949-7016
Email: contato@otovita.com.br