Amigdalite e Dor de Garganta:

Saiba mais sobre amigdalite e dor de garganta:

O que é dor de garganta?

Os processos inflamatórios, infecciosos ou irritantes das amígdalas (amigdalite), da faringe (faringite) ou da laringe (laringite), normalmente são percebidos pelo paciente como uma dor de garganta. Essa pode ter intensidade leve e duradoura, isto é, crônica, ou pode aparecer em uma crise aguda e ser bastante intensa.

 

Quais são as causas mais comuns da dor de garganta?

As amigdalites, faringites e laringites podem ter causas inflamatórias, infecciosas, alérgicas ou irritativas, como acontece nos casos decorrentes do refluxo gastroesofágico. O sintoma de dor de garganta também pode se manifestar após exposição excessiva do paciente à fumaça de cigarro, poluição, álcool, tempo frio e ambientes com baixa umidade. Caso você apresente  dores de garganta persistentes, principalmente se tiver mais de 60 anos, deve procurar avaliação de um médico otorrinolaringologista para descartar lesões mais graves, como tumores da região da cabeça e do pescoço.

Quais são os principais sinais e sintomas?

Na amigdalite e faringite, os principais sintomas e sinais notados são:

- Dor para engolir;

- Podem estar presentes febre, mal-estar e indisposição;

- As amígdalas e a garganta ficam avermelhadas e inchadas, podendo estar acompanhada de pequenas feridas vermelhas, aftas e placas de pus.

 

Já na laringite:

- Há frequentemente transtornos da voz, como rouquidão;

- Tosse seca e irritativa;

- Em alguns casos o sintoma pode ser de ardência, secura, sensação de pigarro ou de bola na garganta e mau hálito.

 

E como é feito o diagnóstico das dores de garganta?

Uma consulta completa com um otorrino especialista, composta de uma entrevista detalhada e de um exame físico minucioso é de extrema importância. Além disso, comumente, indicamos a realização do exame endoscópico das vias aéreas ou seja a nasofibrolaringoscopia. Com esses passos conseguimos entender as causas das dores de garganta na grande maioria dos casos.

 

O tratamento é longo e difícil?

Na maioria das vezes não. Cada caso é único ou seja, o tratamento da dor de garganta é baseado na causa da mesma. Pode incluir o tratamento clínico com medicações (analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos), correções de hábitos alimentares, cessação do tabagismo e hidratação. Cirurgias em alguns casos podem ser indicadas, como a amigdalectomia,  em pacientes com crises recorrentes de amigdalites de repetição.

 

Agora, se você quer orientações mais detalhadas sobre amigdalite, deixe seu e-mail aqui, que nós enviaremos para você.

CONTATO:

  • facebook ototone
  • instagram otoone
  • youtube otoone
  • Dr. Bruno Rossini
  • Dra. Renata Curi

Endereço: R. Cubatão, n°86, conj. 1407
Bairro: Paraíso | São Paulo/SP

Fone: (11) 4301-6874 | 2389-7016 | 99949-7016
Email: contato@otovita.com.br