top of page

Sinusite e qualidade de vida?

Atualizado: 29 de abr. de 2023

A sinusite crônica é uma inflamação persistente dos seios da face, que pode ter uma série de causas, incluindo infecções bacterianas ou fúngicas, alergias, irritação crônica, entre outras. A doença é caracterizada por sintomas como dor facial, pressão ou congestão nasal, secreção nasal, perda do olfato e dor de cabeça. A sinusite crônica pode ser classificada em duas categorias: com ou sem pólipos nasais.

Os pólipos nasais são tumores benignos, de mucosa inchada, que podem se formar nas cavidades nasais e são frequentemente associados à sinusite crônica. Eles podem causar obstrução nasal, secreção, perda de olfato e sensação de pressão na face. A presença de pólipos nasais pode ser diagnosticada por um médico otorrino através de exame físico e exames de imagem, como tomografia computadorizada.

O tratamento da sinusite crônica depende da causa subjacente da doença. A lavagem nasal com solução fisiológica é sempre recomendada. O uso de spray de corticoide tópico também costuma ajudar. Se a causa for uma infecção bacteriana, pode ser necessário o uso de antibióticos, por 3 ou mais semanas. Se a causa for uma alergia, pode ser recomendado o uso de antialérgicos. Em alguns casos, a cirurgia pode ser necessária para remover os pólipos nasais, abrir os seios da face ou corrigir obstruções nasais graves.


Além disso, mudanças no estilo de vida podem ajudar a prevenir a sinusite crônica ou reduzir a frequência e gravidade dos sintomas. Isso pode incluir evitar fatores irritantes, como fumaça, poluição ou produtos químicos, manter uma boa higiene nasal e evitar exposição a alérgenos conhecidos. É importante discutir essas opções com seu otorrino para encontrar a melhor abordagem para o seu caso específico.

Por fim, é essencial lembrar que a sinusite crônica pode ter um impacto significativo na qualidade de vida, afetando negativamente o bem-estar físico e emocional. Por isso, é importante buscar atendimento com otorrino e seguir o plano de tratamento recomendado. Com o tratamento adequado, muitos pacientes são capazes de gerenciar efetivamente os sintomas da sinusite crônica e melhorar sua qualidade de vida.


Caso você queira se aprofundar, entenda mais sobre o tratamento.


Tratamento da sinusite crônica:

A sinusite crônica é uma condição comum que pode causar sintomas persistentes e impactar significativamente a qualidade de vida do paciente. A gestão adequada da sinusite crônica envolve um diagnóstico preciso, bem como a utilização de tratamentos medicamentosos e cirúrgicos apropriados.

Os pacientes que apresentam sinusite crônica devem ser avaliados para identificar quaisquer fatores que possam estar contribuindo para a sua condição, incluindo alergias, pólipos nasais, desvio de septo ou outras anormalidades estruturais do nariz e dos seios da face.

Os tratamentos medicamentosos para a sinusite crônica incluem o uso de medicamentos como corticosteroides nasais, anti-histamínicos, antibióticos e irrigação nasal com soro fisiológico. A escolha do tratamento depende da gravidade e da duração dos sintomas, bem como da causa subjacente da condição.

A cirurgia endoscópica nasal FESS (Functional Endoscopic Sinus Surgery) pode ser considerada para pacientes que não respondem ao tratamento medicamentoso ou que apresentam anormalidades estruturais significativas. Durante a FESS, o cirurgião utiliza uma câmera endoscópica para visualizar e remover quaisquer bloqueios ou obstruções nos seios da face.

A recuperação da FESS geralmente é rápida, e a maioria dos pacientes pode retornar às suas atividades normais em alguns dias. No entanto, é importante seguir as instruções do otorrino em relação aos cuidados pós-operatórios, incluindo a lavagem nasal abundante.

A cirurgia também pode ser realizada para remover pólipos nasais, corrigir desvios de septo ou outras anormalidades estruturais que possam estar contribuindo para a sinusite crônica. Em alguns casos, a cirurgia pode ser combinada com outros tratamentos, como irrigação nasal ou medicação.

Em geral, a gestão da sinusite crônica é multifacetada e envolve a colaboração entre o paciente, o otorrino e outros profissionais de saúde, quando necessário. O objetivo é aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida do paciente, minimizando os riscos e os efeitos colaterais dos tratamentos.

Na dúvida, consulte seu médico otorrino de confiança.


Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Clinica Oto One- São Paulo



216 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page