top of page

Otite Média Serosa ou com Efusão: Diagnóstico, Sintomas e Tratamento

Atualizado: 29 de abr. de 2023

A otite média serosa, também conhecida como otite com efusão, é uma condição que afeta o ouvido médio e pode causar perda auditiva temporária ou permanente se não for tratada adequadamente.

A otite média serosa, também conhecida como otite média com efusão, é uma condição comum que afeta , principalmente, as crianças e ocorre quando há uma acumulação de fluido atrás do tímpano, causando uma sensação de pressão, perda auditiva e desconforto no ouvido.

Neste artigo, discutiremos os sintomas, diagnóstico e tratamento da otite média serosa.

O que é Otite Média Serosa ou com Efusão?

A otite média serosa é uma condição na qual o fluido se acumula na cavidade do ouvido médio, atrás do tímpano. Geralmente ocorre devido à inflamação do tubo de Eustáquio ou da mucosa da própria orelha.

Esse fluido é um líquido claro e estéril, mas às vezes pode ser infectado por bactérias ou vírus, levando a uma infecção na orelha média. A otite média serosa é mais comum em crianças em idade escolar, mas também pode afetar adultos, principalmente aqueles que fumam ou têm alergias respiratórias.

Diferentemente da otite média aguda, que é uma infecção bacteriana ou viral aguda do ouvido médio, com dor importante e produção de secreção purulenta na cavidade timpânica, a otite média serosa tende a ser uma inflamação mais branda com uma duração maior.

Causas da Otite Média Serosa

A otite média serosa pode ser causada por uma variedade de fatores, incluindo:

  • Infecções respiratórias: como resfriados, gripes e sinusites, podem causar uma inflamação nas vias respiratórias, incluindo as que levam ao ouvido médio. Isso pode levar a uma acumulação de fluido no ouvido médio.

  • Problemas de tuba auditiva: a tuba auditiva é um pequeno tubo que conecta o ouvido médio à garganta. Quando a tuba auditiva não funciona corretamente, como em casos de alergias, rinite ou sinusite crônica, ela pode impedir a drenagem adequada do fluido no ouvido médio.

  • Fatores anatômicos: certos fatores anatômicos, como adenóides grandes, podem obstruir a tuba auditiva e impedir a drenagem adequada do fluido no ouvido médio

  • Alterações na pressão do ar, como durante um voo;

  • Fatores genéticos.


Os sintomas da otite média serosa podem variar de pessoa para pessoa. Alguns dos sintomas mais comuns incluem:

  • Sensação de pressão no ouvido;

  • Sensação de ouvido cheio

  • Perda auditiva temporária ou permanente

  • Dificuldade para ouvir sons abafados ou distantes

  • Zumbido no ouvido

  • Tontura e Dificuldade de equilíbrio

Diagnóstico da Otite Média Serosa (OMS) ou com Efusão:

O diagnóstico da otite média serosa é feito por um médico otorrinolaringologista através de um exame físico do ouvido, que pode incluir a utilização de um otoscópio para visualizar o tímpano e verificar a presença de fluido no ouvido médio. Além disso, um teste de audição pode ser realizado para avaliar a perda auditiva.

Os principais exames solicitados são:

  • Audiometria tonal e vocal: verifica os limiares auditivos e se existe perda auditiva secundária otite média serosa (perda auditiva condutiva)

  • Imitanciometria: verifica a presença de líquido na cavidade timpânica

  • Nasofibrolaringoscopia: verifica as condições e a patência da tuba auditiva, presença de secreção atrás do nariz e tamanho da adenóide.

Tratamento da Otite Média Serosa

O tratamento da otite média serosa depende da causa subjacente da condição. Em muitos casos, a otite média serosa desaparece por si só em algumas semanas ou meses sem tratamento. No entanto, se os sintomas persistirem ou a perda auditiva for significativa, o médico pode recomendar o uso de medicamentos, como:

  • Descongestionantes nasais;

  • Esteróides nasais e sistêmicos;

  • Anti-histamínicos;

  • Antibióticos

Em casos persistentes, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para drenar o fluido do ouvido médio.


As opções de cirurgia incluem:

  • Timpanotomia: sem a colocação de tubo, somente para drenar a secreção e aspirar a orelha média.

  • Timpanotomia para a colocação de tubos de ventilação nos ouvidos e a adenoidectomia.

  • Adenoidectomia: remoção das adenoides, melhorando a drenagem da tuba auditiva

  • Cirurgia de dilatação de tuba: indicada em casos persistentes ou com contra indicação para o tubo de ventilação.


Importante: temos que lembrar que a perda auditiva prolongada pode levar ao atraso no desenvolvimento da linguagem da criança e até ao mau desenvolvimento escolar.


Estamos preparados para esclarecer todas as suas dúvidas em relação à otite média serosa. Conte conosco para ajudar.

Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Clinica Oto One- São Paulo


14.073 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page