top of page

Otite Externa Eczematosa Crônica: Conceito, Sintomas, Diagnóstico e Tratamento

Atualizado: 18 de jul. de 2023

Hoje iremos abordar um tema de grande importância na área de otorrinolaringologia: a otite externa eczematosa crônica. Essa condição é caracterizada por uma inflamação crônica e recorrente do canal auditivo externo, que pode causar desconforto e afetar a qualidade de vida dos pacientes. Neste artigo, vamos explorar o conceito, os sintomas, o diagnóstico e as opções de tratamento para essa condição.

O Conceito da Otite Externa Eczematosa Crônica

A otite externa eczematosa crônica é uma forma de inflamação persistente do canal auditivo externo, que é a parte do ouvido que vai da orelha até o tímpano. Essa condição é frequentemente associada a um processo inflamatório de fundo, podendo estar relacionada a uma predisposição genética ou a fatores ambientais, como a exposição frequente à água, à umidade e ao uso inadequado de hastes flexíveis de limpeza nos ouvidos.

Sintomas da Otite Externa Eczematosa Crônica

Os sintomas mais comuns da otite externa eczematosa crônica incluem coceira intensa no canal auditivo, sensação de ouvido entupido, dor ou desconforto persistente, secreção de odor desagradável, sensibilidade ao toque e diminuição da audição. É importante ressaltar que os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, e alguns pacientes podem apresentar episódios recorrentes de otite externa eczematosa crônica ao longo do tempo.



Diagnóstico da Otite Externa Eczematosa Crônica

O diagnóstico da otite externa eczematosa crônica é realizado por um médico otorrinolaringologista, que realizará uma avaliação clínica detalhada. Durante a consulta, o médico irá analisar os sintomas do paciente, examinar o canal auditivo externo e, se necessário, solicitar exames complementares, como culturas de secreção ou exames de imagem, para descartar outras condições.

Tratamento da Otite Externa Eczematosa Crônica

O tratamento da otite externa eczematosa crônica tem como objetivo aliviar os sintomas, controlar a inflamação e prevenir recidivas. O médico otorrinolaringologista pode recomendar medidas gerais, como evitar coçar ou introduzir objetos no ouvido, manter a região seca e evitar a exposição prolongada à água. Além disso, o uso de medicamentos tópicos, como pomadas ou gotas auriculares, contendo corticosteroides e/ou antibióticos, pode ser indicado para controlar a inflamação e tratar infecções secundárias.

Em casos mais graves ou refratários ao tratamento conservador, outras opções terapêuticas podem ser consideradas, como a realização de limpezas e desbridamentos do canal auditivo sob visão microscópica ou o uso de terapias imunomoduladoras.



É importante ressaltar que cada caso de otite externa eczematosa crônica é único, e o tratamento deve ser individualizado de acordo com as características e necessidades de cada paciente. Por isso, é fundamental buscar o acompanhamento de um médico otorrinolaringologista para uma avaliação adequada e a definição do melhor plano terapêutico.

Em conclusão, a otite externa eczematosa crônica é uma condição inflamatória persistente do canal auditivo externo, que requer atenção e cuidados específicos. O diagnóstico precoce e o tratamento adequado podem ajudar a controlar os sintomas e melhorar a qualidade de vida dos pacientes. Se você suspeita estar sofrendo dessa condição, não hesite em procurar um médico especialista para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento eficaz.

FAQs

A otite externa eczematosa crônica é contagiosa?

Não, a otite externa eczematosa crônica não é contagiosa. Ela é uma condição inflamatória não infecciosa do canal auditivo externo.

Posso utilizar cotonetes para limpar o ouvido com otite externa eczematosa crônica?

Não é recomendado o uso de cotonetes ou qualquer objeto pontiagudo para limpar o ouvido, pois isso pode causar lesões e agravar a inflamação. É melhor seguir as orientações do médico e evitar a introdução de objetos no canal auditivo.

A otite externa eczematosa crônica tem cura?

É possível controlar os sintomas e prevenir recidivas com o tratamento adequado. O acompanhamento médico regular é fundamental para um manejo eficaz da condição.

Quais são os fatores de risco para o desenvolvimento da otite externa eczematosa crônica?

Alguns fatores de risco incluem a exposição frequente à água, à umidade, a condições ambientais desfavoráveis, o uso inadequado de hastes flexíveis de limpeza nos ouvidos e a predisposição genética.

Como posso prevenir a otite externa eczematosa crônica?

Algumas medidas preventivas incluem evitar a exposição prolongada à água, secar bem os ouvidos após o banho ou natação, evitar coçar os ouvidos com objetos pontiagudos e buscar orientação médica para tratamento adequado de condições alérgicas relacionadas.

Esperamos que este artigo tenha esclarecido suas dúvidas e fornecido informações importantes sobre a otite externa eczematosa crônica. Lembre-se sempre de consultar um médico otorrinolaringologista para um diagnóstico preciso e um plano de tratamento adequado. Cuide da sua saúde auditiva e desfrute de uma vida plena e livre de desconfortos!



Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Clinica Oto One- São Paulo


11.360 visualizações0 comentário

Commenti


bottom of page