top of page

A Criança Respiradora Bucal: Causas, Consequências, Diagnóstico e Tratamento pelo Otorrino

Atualizado: 29 de abr. de 2023

A respiração bucal é um problema comum entre as crianças que pode ter consequências graves se não for tratada. Neste artigo, vamos explorar as causas, consequências, diagnóstico e tratamento da respiração bucal em crianças sob a perspectiva do otorrinolaringologista.

O que é respiração bucal ou oral?

Respirar pela boca é o ato de inspirar e expirar o ar pela boca em vez do nariz. Embora seja normal que as crianças respirem pela boca ocasionalmente, a respiração bucal persistente pode levar a vários problemas de saúde.

Causas da respiração bucal ou oral

Existem várias razões pelas quais uma criança pode desenvolver o hábito de respirar pela boca, incluindo:

  • Adenóides ou amígdalas aumentadas

  • Alergias ou problemas de sinusite

  • Rinite crônica

  • Sinusite crônica

  • Desvio de septo

  • Hábitos de respiração bucal



Consequências da respiração bucal

A respiração bucal, respirar sempre com a boca aberta, pode ter vários efeitos negativos na saúde de uma criança, incluindo:

  • Boca e garganta seca

  • Mau hálito

  • Padrões respiratórios irregulares durante o sono

  • Roncos noturnos e apneia do sono

  • Desenvolvimento da fala prejudicado

  • Problemas ortodônticos e cranio maxilo faciais

  • Desempenho físico reduzido

  • Déficits cognitivos

Diagnóstico da Respiração Bucal

Um otorrinolaringologista pode diagnosticar a respiração bucal através de um exame físico e histórico médico. Em alguns casos, testes adicionais podem ser necessários para determinar a causa subjacente do problema, como nasofibrolaringoscopia, estudo do sono ou exames de imagem, como a radiografia de cavum.

Tratamento da Respiração Bucal

O tratamento da respiração bucal depende da causa subjacente do problema. Os otorrinolaringologistas podem recomendar os seguintes tratamentos:

  • Adenoidectomia e amigdalectomia

  • Gerenciamento de alergia

  • Descongestionantes nasais ou corticosteróides

  • Cirurgia para corrigir deformidades nasais ou desvio de septo

  • Tratamento ortodôntico

  • Terapia de reversão de hábitos

A respiração bucal é um problema comum entre as crianças que pode ter consequências graves se não for tratada. Um otorrinolaringologista pode diagnosticar e tratar a respiração bucal por meio de uma combinação de exame físico, histórico médico e exames adicionais, se necessário. Se seu filho estiver respirando pela boca persistentemente, é importante procurar atendimento médico com otorrino.

Perguntas frequentes

1. Qual é a frequência da respiração bucal em crianças?

A respiração bucal é um problema comum em crianças, especialmente aquelas com adenóides ou amígdalas aumentadas.

2. A respiração bucal pode causar problemas ortodônticos?

Sim, a respiração bucal pode levar a problemas ortodônticos, como má oclusão e superlotação dos dentes.

3. A cirurgia é a única opção de tratamento para a respiração bucal?

Não, o tratamento da respiração bucal depende da causa subjacente do problema e a cirurgia pode não ser necessária em todos os casos.

4. A respiração bucal pode afetar o desenvolvimento cognitivo da criança?

Sim, a respiração bucal tem sido associada a déficits cognitivos em crianças.

5. Quando devo procurar atendimento médico para a respiração bucal do meu filho?

Se seu filho estiver respirando pela boca persistentemente, é importante procurar atendimento médico de um otorrinolaringologista para determinar a causa subjacente do problema e as opções de tratamento adequadas.



Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Clinica Oto One- São Paulo




Comments


bottom of page