top of page

Apneia do Sono em Crianças: Um Guia Completo para Pais Preocupados (e que tal um final feliz?)

Atualizado: há 4 dias

Seu filho ronca como um adulto? Parece estar sempre cansado, mesmo após uma noite inteira de sono? Ele pode estar sofrendo de apneia obstrutiva do sono, um problema mais comum do que se imagina, que pode afetar seriamente a saúde e o desenvolvimento da criança.


Mas o que é apneia do sono? Imagine que a respiração da criança é como uma estrada, e durante a noite, essa estrada é bloqueada por diversos obstáculos, como pedras e galhos. A apneia obstrutiva do sono, ou simplesmente AOS, é exatamente isso: um distúrbio do sono em que a respiração da criança é interrompida repetidamente durante a noite devido a bloqueios nas vias aéreas superiores, como nariz e garganta.


Quais são os tipos de apneia do sono em crianças?

Existem dois tipos principais de apneia do sono: a obstrutiva, que é a mais comum em crianças e causada por bloqueios físicos nas vias aéreas, e a central, que é mais rara e ocorre quando o cérebro não envia os sinais corretos para os músculos da respiração.


E como saber se meu filho tem apneia do sono?

Os sinais da apneia do sono em crianças podem ser sutis, mas fique atento a estes sintomas:

  • Ronco alto e frequente: Se o ronco do seu filho é tão alto que te acorda durante a noite, ou se ele ronca em qualquer posição que dorme, pode ser um sinal de alerta.

  • Respiração pela boca: Crianças com apneia do sono tendem a respirar pela boca, pois o nariz está obstruído.

  • Sono agitado e fragmentado: Se seu filho se mexe muito durante o sono, acorda várias vezes durante a noite ou tem pesadelos frequentes, pode ser um sinal de que a respiração dele está sendo interrompida.

  • Sonolência excessiva durante o dia: Crianças com apneia do sono podem parecer cansadas e irritadas durante o dia, ter dificuldade de concentração na escola e até adormecer em situações inapropriadas.

  • Problemas de comportamento e aprendizado: A apneia do sono pode afetar o desenvolvimento cognitivo e emocional da criança, levando a problemas de comportamento, como hiperatividade, agressividade e dificuldade de aprendizado.


Mas por que meu filho desenvolveu apneia do sono?

Vários fatores podem contribuir para o desenvolvimento da apneia do sono em crianças, como:

  • Amígdalas e adenoides aumentadas: O aumento dessas estruturas na garganta pode bloquear as vias aéreas.

  • Obesidade: O excesso de peso, especialmente na região do pescoço, pode comprimir as vias aéreas.

  • Alergias: A inflamação causada por alergias pode obstruir as vias aéreas.

  • Problemas respiratórios crônicos: Condições como asma e rinite podem piorar a apneia do sono.

  • Síndromes genéticas: Algumas síndromes genéticas, como Down, estão associadas a um risco aumentado de apneia do sono.


Como é feito o diagnóstico de apneia do sono?

O diagnóstico da apneia do sono em crianças é feito por um médico otorrinolaringologista, que irá realizar uma avaliação completa, incluindo:

  • Histórico médico detalhado: O médico irá perguntar sobre os sintomas da criança, histórico familiar de apneia do sono e outros problemas de saúde.

  • Exame físico: O médico irá examinar as vias aéreas da criança, incluindo nariz, garganta e amígdalas. 

  • Nasofibrolaringoscopia:  Exame endoscópico das vias aéreas para entendimento das alterações nasais, tamanho das adenóides e eswpaço da farínge. 

  • Exame do sono (polissonografia): Este exame é realizado durante a noite, em um laboratório do sono, e monitora a respiração, os níveis de oxigênio no sangue, a frequência cardíaca e a atividade cerebral da criança durante o sono.


Quais são as opções de tratamento para apneia do sono em crianças?

O tratamento da apneia do sono em crianças depende da causa e da gravidade do problema. As opções incluem:

  • Mudanças no estilo de vida: Perder peso, evitar alérgenos e promover hábitos de sono saudáveis podem ajudar a melhorar a apneia do sono em alguns casos.

  • Medicamentos: Em alguns casos, medicamentos para alergias ou refluxo podem ser prescritos para ajudar a reduzir a inflamação nas vias aéreas.

  • Aparelhos orais: Em crianças mais velhas, aparelhos orais podem ser usados para manter as vias aéreas abertas durante o sono.

  • Cirurgia: Em casos mais graves, a remoção das amígdalas e/ou adenoides (adenoidectomia e/ou amigdalectomia) pode ser recomendada para melhorar a respiração da criança.


É possível prevenir a apneia do sono em crianças?

Sim, algumas medidas podem ajudar a prevenir a apneia do sono em crianças:

  • Manter um peso saudável: A obesidade é um fator de risco importante para a apneia do sono, por isso é fundamental manter um peso saudável desde a infância.

  • Tratar alergias e problemas respiratórios: O tratamento adequado de alergias e problemas respiratórios pode ajudar a prevenir a inflamação e obstrução das vias aéreas.

  • Evitar exposição ao fumo passivo: A fumaça do cigarro pode irritar as vias aéreas e piorar a apneia do sono.

  • Promover hábitos de sono saudáveis: Estabelecer uma rotina de sono regular, evitar telas antes de dormir e criar um ambiente de sono tranquilo pode ajudar a melhorar a qualidade do sono da criança.





Conclusão

A apneia do sono em crianças é um problema sério, mas que pode ser tratado com sucesso. Se você suspeita que seu filho possa ter apneia do sono, não hesite em procurar ajuda médica. A Clínica Oto One de Otorrinolaringologia está pronta para oferecer o melhor atendimento e tratamento para seu filho, garantindo que ele tenha noites de sono tranquilas e dias cheios de energia.



Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Clinica Oto One- São Paulo


Comments


bottom of page