top of page

Verrugas de HPV em mucosa nasal e de boca: como fazemos o tratamento e qual o risco de malignização?

Atualizado: 5 de jun. de 2023

O Papilomavírus Humano (HPV) é uma infecção sexualmente transmissível muito comum. Existem mais de 100 tipos diferentes de HPV, dos quais cerca de 40 podem afetar a área genital. No entanto, muitas pessoas desconhecem que o HPV também pode afetar outras áreas do corpo, como a mucosa nasal e de boca. Neste artigo, discutiremos o risco de malignização associado às verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca.

O que são verrugas de HPV?

As verrugas de HPV são lesões benignas causadas por diferentes tipos de HPV que afetam a pele e as mucosas. Elas podem aparecer em diferentes partes do corpo, como as mãos, os pés, os genitais e a boca. As verrugas de HPV são mais comuns em pessoas com sistema imunológico enfraquecido, como os pacientes com HIV, e também são mais frequentes em crianças e adolescentes.

Como ocorre a infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca?

A infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca ocorre principalmente pelo contato direto com a pele ou mucosa infectada. A infecção também pode ocorrer durante o sexo oral ou através do compartilhamento de objetos contaminados, como toalhas e utensílios de higiene bucal. É importante destacar que a infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca é assintomática na maioria dos casos, o que dificulta o diagnóstico precoce.

Qual o risco de malignização das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

As verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca podem evoluir para lesões pré-cancerígenas e cancerígenas em alguns casos. No entanto, é importante ressaltar que a maioria das infecções por HPV não causa câncer e que o risco de malignização depende do tipo de HPV, da localização das lesões e da resposta do sistema imunológico do paciente.

Existem mais de 150 subtipos de HPV, mas apenas alguns deles afetam a mucosa da via aérea superior, como a nasal e a oral. Dentre os subtipos mais comuns estão o HPV-6 e o HPV-11, responsáveis pela maioria das verrugas genitais, e os subtipos oncogênicos, como o HPV-16 e o HPV-18, que são responsáveis por grande parte dos casos de câncer de colo de útero, anal, orofaringe e outros tipos de câncer.

No entanto, estudos recentes têm mostrado que outros subtipos de HPV também podem estar associados a lesões pré-cancerígenas e cancerígenas na mucosa da via aérea superior, como o HPV-31, HPV-33, HPV-35, HPV-45, HPV-51, HPV-52 e HPV-58. A prevalência desses subtipos varia de acordo com a região geográfica e o grupo populacional estudado.

O percentual de malignização de cada subtipo de HPV varia de acordo com a localização das lesões e a resposta imunológica do paciente. No caso das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca, o risco de malignização é baixo, mas pode ocorrer em casos de lesões persistentes ou em pacientes com sistema imunológico comprometido. Por isso, é importante realizar exames periódicos com um médico especialista e adotar medidas de prevenção para evitar a infecção pelo HPV.






Quais os sintomas das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

As verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca geralmente não causam sintomas e são detectadas durante um exame médico de rotina. No entanto, em alguns casos, podem ocorrer sintomas como dor, sangramento, dificuldade para respirar ou engolir e alteração na voz.

Como é feito o diagnóstico das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

O diagnóstico das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca é feito através de exames clínicos e laboratoriais. O exame clínico inclui a inspeção visual das lesões e a realização de biópsias para análise histopatológica. Já o exame laboratorial consiste na detecção do DNA do HPV através da coleta de amostras da mucosa infectada.

Qual o tratamento para as verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

O tratamento para as verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca depende do tipo e da localização das lesões, além da resposta do sistema imunológico do paciente. Em geral, as verrugas de HPV são tratadas com medicamentos tópicos, cauterizações ou cirurgias.

Efetividade do Tratamento de Verrugas em Mucosa Nasal e de Boca com Cauterização com Bisturi Elétrico

A cauterização com bisturi elétrico é um procedimento médico em que o bisturi é aquecido por uma corrente elétrica para cortar e cauterizar o tecido ao mesmo tempo. Na mucosa nasal e de boca, a cauterização é usada para remover as verrugas, que são queimadas e removidas do local.

Vantagens da Cauterização com Bisturi Elétrico para Tratamento de Verrugas em Mucosa Nasal e de Boca

A cauterização com bisturi elétrico é um tratamento eficaz para as verrugas em mucosas nasais e de boca, pois apresenta diversas vantagens em relação a outras opções de tratamento:

1. Precisão

O bisturi elétrico permite ao médico remover a verruga com precisão, sem danificar tecidos saudáveis próximos.

2. Rapidez

A cauterização com bisturi elétrico é um procedimento rápido, que pode ser realizado em consultório médico, sem necessidade de internação ou anestesia geral.

3. Menor Chance de Recorrência

A cauterização com bisturi elétrico remove completamente a verruga e destrói as células infectadas pelo vírus, o que reduz significativamente a chance de recorrência.

4. Melhor Cicatrização

A cauterização com bisturi elétrico causa menos sangramento e danos aos tecidos adjacentes, o que leva a uma cicatrização mais rápida e menos dolorosa.

Como é Realizado o Procedimento de Cauterização com Bisturi Elétrico

O procedimento de cauterização com bisturi elétrico para remoção de verrugas em mucosas nasais e de boca é relativamente simples e rápido, geralmente não necessitando de internação hospitalar. O médico aplica anestesia local no local da verruga e, em seguida, utiliza o bisturi elétrico para remover a verruga. Após a remoção, é aplicado um curativo no local, e o paciente pode retornar para casa no mesmo dia.

Cuidados Pós-Operatórios

Após o procedimento de cauterização com bisturi elétrico para remoção de verrugas em mucosas nasais e de boca, é importante que o paciente siga algumas recomendações médicas para garantir uma boa cicatrização e prevenir complicações:

1. Evite Mexer no Local Operado

O paciente deve evitar mexer ou coçar o local operado, para evitar novos focos de infecções.

2. Faça a Higiene Adequada

O paciente deve fazer a higiene adequada do local operado, seguindo as orientações médicas. Pode ser necessário evitar a escovação dos dentes ou o uso de enxaguantes bucais por alguns dias.

3. Siga as Orientações Médicas

O paciente deve seguir as orientações médicas quanto ao uso de medicamentos, curativos e retorno às atividades cotidianas.

Resultados do Tratamento com Cauterização com Bisturi Elétrico

Estudos têm demonstrado que a cauterização com bisturi elétrico é um tratamento eficaz para verrugas em mucosas nasais e de boca. Os resultados mostram uma taxa de sucesso entre 70% e 90% na remoção completa da verruga, com baixa taxa de recorrência.

Como prevenir a infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca?

A prevenção da infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca envolve medidas como evitar o contato direto com pessoas infectadas, utilizar preservativos durante o sexo oral, não compartilhar objetos pessoais, manter uma boa higiene bucal e nasal e realizar o exame periódico com um médico especialista.

Conclusão

As verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca são lesões benignas que podem evoluir para lesões pré-cancerígenas ou cancerígenas em alguns casos. A infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca é assintomática na maioria dos casos, o que dificulta o diagnóstico precoce. Por isso, é importante manter uma boa higiene bucal e nasal, realizar exames periódicos com um médico especialista e adotar medidas de prevenção para evitar a infecção pelo HPV.

A cauterização com bisturi elétrico é uma opção de tratamento eficaz e segura para verrugas em mucosas nasais e de boca. Além de apresentar vantagens em relação a outras opções de tratamento, como a precisão, rapidez, menor chance de recorrência e melhor cicatrização, o procedimento é relativamente simples e pode ser realizado em consultório médico.

FAQs


Quais são os sintomas das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

R: As verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca geralmente não causam sintomas, mas em alguns casos podem ocorrer dor, sangramento, dificuldade para respirar ou engolir e alteração na voz.


Como é feito o diagnóstico das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

R: O diagnóstico das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca é feito através de exames clínicos e laboratoriais, incluindo a inspeção visual das lesões, a realização de biópsias para análise histopatológica e a detecção do DNA do HPV através da coleta de amostras da mucosa infectada.


Qual o tratamento para as verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

R: O tratamento para as verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca depende do tipo e da localização das lesões, além da resposta do sistema imunológico do paciente, e pode incluir medicamentos tópicos ou cirurgia.


Como prevenir a infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca?

R: A prevenção da infecção pelo HPV na mucosa nasal e de boca envolve medidas como evitar o contato direto com pessoas infectadas, utilizar preservativos durante o sexo oral, não compartilhar objetos pessoais, manter uma boa higiene bucal e nasal e realizar o exame periódico com um médico especialista.


Qual o risco de malignização das verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca?

R: As verrugas de HPV na mucosa nasal e de boca podem evoluir para lesões pré-cancerígenas e cancerígenas em alguns casos, mas é importante destacar que a maioria das infecções por HPV não causa câncer e que o risco de malignização depende do tipo de HPV, da localização das lesões e da resposta do sistema imunológico do paciente.


Qual a causa mais comum de verrugas em mucosas nasais e de boca?

A causa mais comum de verrugas em mucosas nasais e de boca é a infecção pelo papilomavírus humano (HPV).

A cauterização com bisturi elétrico é um procedimento doloroso?

O procedimento de cauterização com bisturi elétrico é realizado com anestesia local, e geralmente não é doloroso.


É necessário internação hospitalar para realizar a cauterização com bisturi elétrico?

Não, a cauterização com bisturi elétrico pode ser realizada em consultório médico, sem necessidade de internação hospitalar.


Qual o tempo de recuperação após o procedimento de cauterização com bisturi elétrico?

O tempo de recuperação após o procedimento de cauterização com bisturi elétrico varia de acordo com a extensão da verruga e as recomendações médicas, mas geralmente é de alguns dias.


A cauterização com bisturi elétrico apresenta riscos de complicações?

Como todo procedimento médico, a cauterização com bisturi elétrico apresenta riscos de complicações, como sangramento, infecção e dor, mas os riscos são baixos quando o procedimento é realizado por um profissional capacitado.

Estamos preparados para esclarecer todas as suas dúvidas. Conte conosco para ajudar.



Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Clinica Oto One- São Paulo


25.261 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page