Perda auditiva: pode sim causar depressão em idosos!

Eles acabam se isolando do convívio social para evitar situações constrangedoras. Ir ao supermercado, ter que falar com atendente e não conseguir ouvir o que esse está dizendo ou ir a festas e as pessoas perderem a paciência, pode gerar um sentimento de incapacidade e mal-estar.


Existem inúmeros aparelhos auditivos para os mais diversos tipos de surdez, por isso é tão importante o diagnóstico para evitar sofrimento do paciente. A depressão, por exemplo, pode sim ser prevenida com a reabilitação auditiva.


A principal causa de surdez na terceira idade, é conhecida como presbiacusia. Essa se inicia, geralmente, após 60 anos e se relaciona com o envelhecimento das células da nossa cóclea, o órgão da audição.


O correto diagnóstico é feito após a avaliação de um otorrino, seguido do exame de audiometria.


Atenção aos sinais de surdez


- Falar muito baixo ou alto, porque não escutam a própria voz; - Evitar locais aglomerados ou sair de casa; - Ser chamados e não responderem; - Dificuldade em falar ao telefone; - Ficar perdido durante as conversas ou fazer perguntas repetitivas; - Volume da TV alto demais


Portanto, quanto antes for diagnosticada a deficiência auditiva, menores serão as consequências do problema. A família precisa estar atenta aos sinais e levar o idoso ao médico otorrinolaringologia.

Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Médica do corpo clínico: Dra. Renata Curi (CRM-SP 131439; RQE:38657)

3 visualizações

CONTATO:

  • facebook ototone
  • instagram otoone
  • youtube otoone
  • Dr. Bruno Rossini
  • Dra. Renata Curi

Endereço: R. Cubatão, n°86, conj. 1407
Bairro: Paraíso | São Paulo/SP

Fone: (11) 4301-6874 | 2389-7016 | 99949-7016
Email: contato@otovita.com.br