top of page

Entendendo a Paralisia de Bell: Rosto torto repentinamente!

Atualizado: 17 de jul. de 2023

Descubra o que é a Paralisia de Bell, seus sintomas e como tratá-la.


O que é a Paralisia de Bell?

A Paralisia de Bell, também conhecida como paralisia facial idiopática, é uma condição que afeta os músculos do rosto, causando fraqueza ou paralisia em um lado da face. Embora a causa exata não seja conhecida, acredita-se que possa estar relacionada a uma infecção viral, inflamação ou lesão do nervo facial.


Quais são as causas da Paralisia de Bell?

A causa exata da Paralisia de Bell ainda não é conhecida, mas acredita-se que possa estar relacionada a uma infecção viral, inflamação ou lesão do nervo facial.

Algumas condições que podem aumentar o risco de desenvolver Paralisia de Bell incluem:

  • Infecções respiratórias superiores, como gripe ou resfriado comum

  • Infecções do ouvido ou dentárias

  • Infecções virais, como herpes ou doença de Lyme

  • Trauma ou lesão na cabeça ou rosto

  • Estresse emocional

Quais são os sintomas da Paralisia de Bell?

Os sintomas da Paralisia de Bell podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente incluem:

  • Fraqueza ou paralisia em um lado da face

  • Face ou boca torta

  • Dificuldade em fechar um olho ou piscar

  • Dificuldade em sorrir ou fazer expressões faciais

  • Dor ao redor do maxilar ou atrás da orelha

  • Alterações no paladar

  • Sensibilidade à luz

  • Olho lacrimejante ou seco



Como é diagnosticada a Paralisia de Bell?

O médico otorrino fará um exame físico para avaliar a força muscular e a movimentação de seu rosto e avaliar a gravidade do problema. Também podemos solicitar exames adicionais, como um teste de eletromiografia (EMG), ressonância magnética do trajeto do nervo e testes audiométricos.




Qual é o tratamento para a Paralisia de Bell?

O tratamento para Paralisia de Bell geralmente inclui o uso de medicamentos para reduzir a inflamação e combater infecções, como corticosteroides e antivirais. Também podem ser prescritos medicamentos para dor, como analgésicos ou anti-inflamatórios, e para ajudar a proteger o olho, como lubrificantes ou colírios.

Além disso, terapias de reabilitação, como fisioterapia ou terapia ocupacional, podem ser recomendadas para ajudar a melhorar a função muscular e a prevenir complicações a longo prazo, como contraturas ou atrofia muscular.

Em casos graves, a cirurgia pode ser necessária para corrigir problemas nos músculos ou nervos faciais afetados.

A maioria dos casos de Paralisia de Bell melhora com o tempo, mas o tempo de recuperação pode variar de algumas semanas a vários meses. É importante descansar bastante, evitar o estresse e seguir as recomendações do seu médico para garantir uma recuperação bem-sucedida.

Perguntas frequentes sobre a Paralisia de Bell:

A Paralisia de Bell é contagiosa?

Não, a Paralisia de Bell não é contagiosa. Ela é causada por uma inflamação ou lesão do nervo facial e não pode ser transmitida de uma pessoa para outra.


A Paralisia de Bell pode causar complicações a longo prazo?

Em alguns casos, a paralisia de Bell pode levar a complicações a longo prazo, como contraturas musculares, atrofia muscular, alteração visual e problemas de fala. É importante seguir as recomendações do seu médico para prevenir essas complicações e garantir uma recuperação completa.

Conclusão:


A Paralisia de Bell pode ser uma condição assustadora e desconfortável, mas com o tratamento adequado, a maioria dos casos melhora com o tempo. É importante entender os sintomas e causas da Paralisia de Bell, bem como as opções de tratamento disponíveis, para garantir uma recuperação bem-sucedida. Se você suspeita que pode estar sofrendo de Paralisia de Bell, consulte um médico otorrinolaringologista imediatamente para receber um diagnóstico e tratamento adequados.

Na dúvida, não deixe de procurar seu médico otorrino de confiança.





Responsável técnico: Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)


Clinica Oto One- São Paulo


Komentáře


bottom of page