Dificuldade de engolir, engasgos e disfagia

Saiba mais sobre a disfagia:

O que significa disfagia?


A disfagia é qualquer dificuldade na deglutição, ou seja, no ato de engolir saliva ou alimentos. Muitas vezes, percebemos esse problema quando o paciente engasga de forma recorrente. Chamamos de disfagias orofaríngeas quando o problema é na via aerodigestiva alta (garganta) e nesses casos o especialista é o médico otorrinolaringologista.


Quais são as causas da disfagia ou dos engasgos frequentes?

As sequelas do acidente vascular encefálico (derrame), o envelhecimento natural de estruturas envolvidas na deglutição (lábios, língua, bochechas, etc), o refluxo gastroesofágico, as doenças neurológicas como Parkinson e Alzheimer, os traumatismos cranianos, o câncer de cabeça pescoço e as distrofias musculares são algumas das causas frequentemente relacionadas com o desenvolvimento da disfagia.

Com qual idade a disfagia, isto é, a dificuldade de deglutição, pode se manifestar?

A disfagia pode se manifestar em qualquer idade, mas sabemos que a população idosa tem maior chance de apresentar problemas relacionados à deglutição. Isso ocorre devido ao próprio envelhecimento e maior incidência das doenças crônicas e degenerativas nessa faixa etária.


Quais são as possíveis consequências de uma disfagia não tratada?

As consequências podem ser graves, como desnutrição, desidratação, isolamento social e também complicações respiratórias sérias. Dentre as complicações respiratórias, podemos destacar as pneumonias aspirativas de repetição e até a asfixia (morte por falta de ar).


Como fazemos o diagnóstico da disfagia?

O mais importante é uma consulta com um médico otorrino especializado, na qual será realizado um extenso interrogatório e um exame físico detalhado. Após isso, solicitamos exames de imagem e endoscópicos, como a videoendoscopia da deglutição. Na videoendoscopia da deglutição, também chamada de nasofibrolaringoscopia da deglutição, filmamos a deglutição do paciente, enquanto ele engole alimentos de diferentes consistências.

Como é realizado o tratamento da disfagia?
 

O tratamento da disfagia dependendo da causa e da gravidade do problema. Podemos indicar o uso de medicações, a injeção de toxina botulínica nas glândulas salivares, passagem de sondas nasoenterais ou até cirurgias mais extensas, como as gastrostomias.

Caso você apresente mais alguma dúvida sobre as disfagias entre em contato conosco. Ficaremos felizes em lhe atender e indicar o tratamento mais assertivo para seu caso.

CONTATO:

  • facebook ototone
  • instagram otoone
  • youtube otoone
  • Dr. Bruno Rossini
  • Dra. Renata Curi

Endereço: R. Cubatão, n°86, conj. 1407
Bairro: Paraíso | São Paulo/SP

Fone: (11) 4301-6874 | 2389-7016 | 99949-7016
Email: contato@otovita.com.br