top of page

Conheça melhor a otorrinolaringologia: especialidade que cuida do nariz, ouvido e garganta!

Atualizado: 18 de jul. de 2023


Doenças mais comumente tratadas pelo


médico otorrinolaringologista


A otorrinolaringologia é uma especialidade médica que se dedica ao estudo e tratamento das doenças relacionadas aos ouvidos, nariz e garganta. O médico otorrinolaringologista desempenha um papel fundamental no diagnóstico e tratamento de uma ampla variedade de doenças nessa região do corpo.


Além disso, o otorrinolaringologista pode auxiliar no diagnóstico de problemas respiratórios, distúrbios do sono, distúrbios de equilíbrio e até mesmo cânceres de cabeça e pescoço. Eles possuem habilidades e conhecimentos para realizar diversos procedimentos cirúrgicos quando necessário.


Conheça mais sobre as doenças comuns da especialidade:


3.1 Rinites alérgica

A rinite alérgica é uma condição comum em que ocorre uma inflamação da mucosa nasal devido à exposição a substâncias alergênicas, como pólen, poeira ou pelos de animais. Os sintomas mais comuns incluem congestão nasal, espirros frequentes, coceira e coriza. O otorrinolaringologista pode recomendar tratamentos medicamentosos e fornecer orientações para evitar os gatilhos alérgicos.


3.2 Sinusite, Otite, Amigdalite

A sinusite é a inflamação dos seios da face, que são cavidades cheias de ar localizadas ao redor do nariz e dos olhos. Os sintomas incluem dor facial, congestão nasal, secreção nasal espessa e dor de cabeça. Dependendo da gravidade, o tratamento pode envolver medicamentos, irrigação nasal e, em casos mais graves, cirurgia.


Já otite é uma infecção ou inflamação no ouvido, sendo mais comum em crianças. Pode ser causada por bactérias ou vírus e apresenta sintomas como dor de ouvido, diminuição da audição, febre e irritabilidade.


A amigdalite, por sua vez, é a inflamação das amígdalas, que são órgãos localizados na parte de trás da garganta. É geralmente causada por infecções virais ou bacterianas e apresenta sintomas como dor de garganta, dificuldade para engolir, febre e mau hálito. O otorrinolaringologista pode avaliar a gravidade da amigdalite e, em casos recorrentes, recomendar a remoção cirúrgica das amígdalas.


3.3 Distúrbios da voz

Distúrbios da voz podem ser causados por várias condições, como pólipos nas cordas vocais, nódulos, paralisia das pregas vocais e refluxo laringofaríngeo. Esses problemas afetam a qualidade vocal e podem causar rouquidão persistente. O otorrinolaringologista pode diagnosticar a causa subjacente e propor tratamentos, que podem incluir terapia vocal ou cirurgia, dependendo do caso.





3.4 Apneias do sono

A apneia do sono é um distúrbio em que ocorre a interrupção da respiração durante o sono. Os sintomas incluem ronco alto, sonolência diurna, cansaço constante e dificuldade de concentração. O otorrinolaringologista pode realizar uma avaliação completa para diagnosticar a apneia do sono e recomendar o tratamento apropriado, como o uso de um aparelho de pressão positiva contínua nas vias aéreas (CPAP) ou cirurgia, se necessário.


3.5 Perda de audição e Surdez

A perda de audição pode ser causada por diversos fatores, como envelhecimento, exposição prolongada a ruídos altos, infecções, entre outros. O otorrinolaringologista é responsável por avaliar a audição e identificar a causa da perda auditiva. Dependendo do caso, o tratamento pode envolver o uso de aparelhos auditivos ou até mesmo cirurgia, como a implantação de próteses cocleares.


3.6 Obstrução nasal

A congestão nasal crônica pode apresentar diversas causas, dentre elas podemos citar o desvio de septo nasal, hipertrofia das conchas nasais a própria rinite e sinusite crônicas. Avaliação adequada e o tratamento pertinente podem melhorar muito a qualidade de vida e a respiração do paciente.


3.7 Remoção de cerume e rolha de cera

A rolha de cera é um problema muito frequente, que pode causar perda auditiva, sensação de ouvido tampado, coceira nas orelhas e até dor. A remoção deve ser feita por médico otorrino especialista.



3.8 Tonturas

A famosa labirintite acomete muitas pessoas em nossa sociedade. Existem diversos tipos de tontura. A causa deve ser investigada adequadamente para que o tratamento correto seja instituído. Não deixe de perguntar para o seu médico otorrino como você deve proceder.


3.9 Zumbido

O zumbido nos ouvidos pode incomodar muito. Saiba que existe tratamento para esse quadro. Conseguimos melhorar a qualidade de vida de diversos pacientes com barulho crônico no ouvido. Estamos à disposição para ajudar.


3.10 Mau hálito crônico

O mau hálito crônico pode causar um grande problema social para o paciente. Ele pode ter dificuldade de manter relacionamentos pessoais e até de progredir na carreira profissional. O médico otorrino pode ajudar a identificar a causa da halitose e instituir o tratamento adequado. Conte comigo!



Cirurgias realizadas pelo

médico otorrinolaringologista


4.1 Septoplastia

A septoplastia é uma cirurgia realizadas para corrigir o desvio do septo nasal, que é a estrutura que separa as duas cavidades nasais. Essa condição pode causar dificuldades respiratórias e outros problemas, como sinusite recorrente. A cirurgia visa reposicionar o septo nasal, melhorando a respiração e aliviando a congestão nasal.


4.2 Adenoidectomia

A adenoidectomia é a remoção cirúrgica das adenoides, que são tecidos localizados na parte de trás do nariz, perto da garganta. Essa cirurgia é comumente realizada em crianças com adenoides aumentadas, que podem causar problemas respiratórios, infecções recorrentes e obstrução nasal. A remoção das adenoides pode melhorar a respiração e prevenir complicações futuras.


4.3 Amigdalectomia

A amigdalectomia é a remoção cirúrgica das amígdalas, que são órgãos localizados na parte de trás da garganta. Essa cirurgia é realizada em casos de amigdalite recorrente ou quando as amígdalas estão causando dificuldades respiratórias, obstrução da passagem de alimentos ou problemas de sono. A amigdalectomia pode ajudar a prevenir infecções futuras e melhorar a qualidade de vida do paciente.


4.4 Timpanoplastia

A timpanoplastia é uma cirurgia realizada para reparar um tímpano perfurado ou danificado. Essa condição pode resultar de infecções recorrentes no ouvido, lesões traumáticas ou problemas congênitos. A cirurgia visa reconstruir o tímpano, restaurando a audição e prevenindo infecções futuras.


4.5 Rinoplastia

A rinoplastia é uma cirurgia estética e funcional realizada para modificar a forma e estrutura do nariz. Além de objetivos estéticos, a rinoplastia pode ser realizada para corrigir problemas respiratórios, como o desvio de septo nasal. O otorrinolaringologista possui conhecimentos específicos sobre a anatomia nasal e pode realizar esse tipo de cirurgia com segurança.


4.6 Cirurgias de cabeça e pescoço

Além das cirurgias mencionadas, o otorrinolaringologista também pode realizar procedimentos cirúrgicos em outras áreas da cabeça e pescoço, como a remoção de tumores ou o tratamento de distúrbios das glândulas salivares. Esses procedimentos são realizados com o objetivo de diagnosticar, tratar ou prevenir condições graves que afetam essas regiões do corpo.



Importância da prevenção e diagnóstico precoce da rouquidão em pacientes fumantes!

A prevenção e o diagnóstico precoce desempenham um papel crucial na saúde das vias respiratórias superiores e das pregas vocais em pacientes tabagistas. É importante realizar exames regulares de nasofibrolaringoscopia, com o otorrinolaringologista, principalmente em casos de sintomas de rouquidão persistente ou recorrente. O diagnóstico precoce de um tumor de laringe pode levar a um tratamento mais eficaz, evitando complicações e melhorando a qualidade de vida dos pacientes.


Conclusão

O médico otorrinolaringologista desempenha um papel fundamental no diagnóstico e tratamento de doenças relacionadas aos ouvidos, nariz e garganta. Desde o tratamento de doenças comuns, como rinite alérgica e sinusite, até a realização de cirurgias complexas, como implante coclear e rinoplastia, esses profissionais são especializados em cuidar das vias respiratórias superiores. A prevenção e o diagnóstico precoce são essenciais para garantir uma boa saúde nessa região do

corpo.



FAQs


7.1 Quais são os principais sintomas de uma infecção no ouvido?

Os principais sintomas de uma infecção no ouvido incluem dor de ouvido, diminuição da audição, febre e irritabilidade.


7.2 Quando devo procurar um otorrinolaringologista?

Você deve procurar um otorrinolaringologista se estiver enfrentando problemas relacionados aos ouvidos, nariz ou garganta, como dificuldades respiratórias, dor de ouvido persistente, problemas de audição ou rouquidão frequente.


7.3 A cirurgia de rinoplastia é dolorosa?

A cirurgia de rinoplastia é realizada sob anestesia, portanto, não é dolorosa durante o procedimento. No entanto, é comum sentir desconforto e inchaço nos dias seguintes à cirurgia, mas a dor geralmente é controlada com medicamentos.


7.4 Quanto tempo leva para se recuperar de uma adenoidectomia?

O tempo de recuperação de uma adenoidectomia varia de pessoa para pessoa, mas geralmente leva de uma a duas semanas. Durante esse período, é importante seguir as orientações médicas, descansar e evitar atividades físicas intensas.


7.5 Como posso prevenir problemas de audição?

Para prevenir problemas de audição, é importante proteger os ouvidos contra ruídos altos, evitar a exposição prolongada a sons intensos, utilizar protetores auriculares em ambientes barulhentos e fazer exames auditivos regulares com um otorrinolaringologista

7.6 O que é a cirurgia do septo nasal?

A cirurgia do septo nasal é um procedimento que corrige o desvio do septo, uma parede que separa as duas passagens nasais e causa dificuldades respiratórias e outros sintomas.


7.7 Como é realizada a cirurgia do septo nasal?

A cirurgia do septo nasal é feita com uma incisão interna no nariz, sem deixar cicatrizes externas. O cirurgião realinha ou remove a cartilagem e osso desviados para melhorar a passagem nasal.


7.8 Qual é o tempo de recuperação após a cirurgia do septo nasal?

O tempo de recuperação varia, mas geralmente leva de uma a duas semanas. Durante esse período, é importante evitar atividades físicas intensas e seguir as orientações médicas sobre medicação e cuidados pós-operatórios.





Dr. Bruno Rossini CRM-SP 115697 Médico Otorrinolaringologista RQE 34828

Comments


bottom of page