top of page

Entenda a história de Pedro, cansado e esquecendo de tudo...

Atualizado: 4 de jul.

Pedro, empresário de 47 anos, acordou mais uma vez com aquela sensação de cansaço, mesmo tendo passado a noite inteira dormindo. Seus roncos intensos e sono não reparador estavam arruinando sua qualidade de vida. O trabalho já não tinha mais a mesma graça, sua memória estava falhando e até mesmo sua saúde mental estava sendo afetada. Mas Pedro não desistiu. Ele sabia que precisava de ajuda, então decidiu procurar um otorrinolaringologista para tentar solucionar seus problemas.


O médico fez uma avaliação minuciosa e sugeriu um exame do sono para identificar a gravidade da apneia. E foi aí que Pedro percebeu o real impacto da condição: ele chegou a parar de respirar diversas vezes durante a noite, o que estava afetando não só seu corpo, mas também sua mente. Mas o diagnóstico preciso da SAOS era só o começo de uma longa jornada.


Pedro precisou passar por uma cirurgia no nariz e na garganta, além de emagrecer 10 quilos para ajudar no tratamento da apneia. Não foi um processo fácil, mas a determinação de Pedro nunca vacilou. Três meses após a cirurgia, ele já sente os efeitos positivos em sua vida: mais disposição, mais criatividade, melhor memória e uma saúde mental mais equilibrada. E o mais importante: parou de roncar, ter apnéia e agora tem um sono super reparador.




Pedro sabe que ainda há muito caminho pela frente, mas está animado com os resultados. Ele entende a importância de cuidar de si mesmo, tanto fisicamente quanto mentalmente, e está determinado a manter sua nova rotina saudável. Seu sorriso está mais brilhante e seu olhar mais esperançoso. A vida é um tesouro precioso demais para não ser cuidada.


Observação: história meramente ilustrativa. Caso você apresente ronco e apneia obstrutiva do sono, não deixe de procurar seu médico otorrino de confiança. Conte comigo para ajudar.




Conte comigo para ajudar! 

Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Fone e Wathsapp: (11) 91013-5122 | (11) 99949-7016

Clinica Oto One- São Paulo

Instagram: @brunorossini


Perguntas e Respostas sobre Complicações da Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono (SAOS)


Quais são as principais complicações da SAOS não tratada?

As complicações da SAOS não tratada podem ser graves e incluem doenças cardiovasculares (hipertensão, arritmias, infarto, AVC), diabetes tipo 2, problemas de memória e concentração, sonolência diurna excessiva, acidentes de trânsito e redução da qualidade de vida.

A SAOS pode afetar a saúde mental?

Sim, a SAOS está associada a um risco aumentado de depressão, ansiedade e irritabilidade, devido à privação de sono e à hipóxia (baixa oxigenação) durante a noite.

A SAOS pode causar problemas sexuais?

Sim, a SAOS pode levar à disfunção erétil em homens e à diminuição da libido em ambos os sexos, devido aos distúrbios hormonais e à fadiga crônica.

A SAOS pode afetar a saúde dos olhos?

Sim, a SAOS está associada a um risco aumentado de glaucoma, neuropatia óptica isquêmica e retinopatia, devido à hipóxia e aos distúrbios circulatórios.

A SAOS pode causar problemas no fígado?

Sim, a SAOS pode levar ao desenvolvimento de esteatose hepática (gordura no fígado) e à progressão para doenças hepáticas mais graves, como a esteato-hepatite não alcoólica.

A SAOS pode afetar o sistema respiratório além das vias aéreas superiores?

Sim, a SAOS pode piorar a asma e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), além de aumentar o risco de hipertensão pulmonar.

A SAOS pode causar problemas na gravidez?

Sim, a SAOS na gravidez está associada a um risco aumentado de pré-eclâmpsia, diabetes gestacional, parto prematuro e baixo peso ao nascer.

A SAOS pode afetar o crescimento e desenvolvimento em crianças?

Sim, a SAOS em crianças pode levar a problemas de crescimento, dificuldades escolares, alterações comportamentais e déficits cognitivos.

A SAOS pode aumentar o risco de morte?

Sim, a SAOS não tratada está associada a um risco aumentado de morte por causas cardiovasculares, acidentes de trânsito e outras complicações.

O tratamento da SAOS pode reverter ou prevenir essas complicações?

Sim, o tratamento adequado da SAOS, como o uso de CPAP (pressão positiva contínua nas vias aéreas), pode reduzir significativamente o risco de complicações e melhorar a qualidade de vida do paciente.




Conte comigo para ajudar! 

Dr. Bruno Rossini (CRM-SP 115697; RQE:34828)

Fone e Wathsapp: (11) 91013-5122 | (11) 99949-7016

Clinica Oto One- São Paulo

Instagram: @brunorossini



43 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page